Fala!

O jornalismo e suas faces em Tv, Rádio, Jornal e Web

RICARDO AZEREDO

O REPÓRTER E A SUBLIME MISSÃO DE FORMAR E INFORMAR

Reportagem em TV foi a minha vida por cerca de 30 anos. Também trabalhei em rádio, apresentei telejornais, editei jornais impressos, dirigi assessorias de imprensa, departamentos de telejornalismo, produzi videos institucionais, campanhas políticas e uma série de outras atividades ligadas à comunicação, da linha de frente nas ruas à gestão. Fui também presidente da Fundação Piratini, que administra a TVE e a Rádio Cultura.

Me formei na Famecos/PUCRS em 1984, e dez dias depois comecei como repórter na TV Guaiba, hoje Record. Trabalhei também na TV Pampa (onde fui correspondente da finada Rede Manchete), no SBT e na Band, onde conduzi um programa de reportagens especiais antes de assumir a gerência de telejornalismo. Também ajudei a estruturar o telejornalismo da Ulbratv, onde foi repórter, âncora e coordenador adjunto do setor.

Mas meu molde profissional foi forjado na RBSTV, onde trabalhei por 15 anos, a maior parte como integrante do Núcleo Rede Globo. Além de atender aos telejornais da rede, especialmente o Jornal Nacional, produzi matérias para o Globo Repórter e para o Fantástico.

Tive a felicidade de conquistar ao longo da carreira 30 prêmios de jornalismo, incluindo o prêmio internacional Rey de Espanha.

Sempre tive um gosto especial pela tarefa de ensinar o que aprendi, contribuindo para a formação de futuros jornalistas e até mesmo ajudando a calibrar as habilidades de colegas já colocados no mercado.

Como professor de telejornalismo, radiojornalismo e projetos especiais na Faculdade de Comunicação da Ulbra, pude me dedicar com obstinação a essa missão. Uma das coisas que hoje mais me fazem feliz é ver ex-alunos brilhando nas TVs, rádios, jornais e na web.

Este site nasceu desta vontade irresistível e sublime de transmitir todo o conhecimento e as vivências que acumulei ao longo da minha trajetória profissional.

O site não tem a pretensão de ser uma enciclopédia definitiva sobre a arte do jornalismo, até porque traz consigo a essência do meu pensar sobre esta atividade.

Mas certamente contribuirá com muita coisa boa para quem se dedica a fazer jornalismo com fé na profissão e na humanidade.